Entrar

  • Categoria Asfalto
  • Acessos: 1122
  • Imprimir, Email

Imagem enviada por e-mail

O domingo (22/3) foi de sol e chuva em Curitiba, durante as provas da primeira etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Marcas e Pilotos 2015, com bons “pegas” no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC).

A etapa foi disputada nas categorias Marcas “A”, “B” e Sênior, Turismo 1.6 “A” e “B”, Turismo 5000 e Fórmula Premium, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

- Marcas -

                Na largada da primeira prova das categorias Marcas “A”, “B” e Sênior, que aconteceu às 9h55, Davi Dal Pizzol largou na pole position, seguido de perto por Valmor Emílio, Ruslan Carta Filho, Jorge Martelli, Rafael Bastos, Alexandre Frankemberger, Richard Heidrich, Toninho Espolador, Stive Tokarski e Beto Cazuni. A grande “briga” da prova foi entre Jorge Martelli, Rafael Bastos e Valmor Emílio pela segunda terceira e quarta posições. Ruslan Carta Filho abandonou por quebra na primeira. Ao fim de 20 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Davi Dal Pizzol, com tempo total de 34min00s604, seguido de Valmor Emílio Eriss, a 5s357, Jorge Martelli, a 5s672, Rafael Bastos, a 6s441, Alexandre Frankemberger, a 24s562, e, Beto Cazuni, a 29s705. Na Marcas “B” venceu Richard heidrich, no tempo total de 34min09s379, com Stive Tokarski em segundo, a 8s081, Lúcio Seidel em terceiro, a 17s412, Evandro Maldonado em quarto, a 28s793, e, Valter de Souza Jr em quinto, a 29s273. E na Marcas Sênior, vitória de Celso Mancia, com tempo de 34min41s406, vindo a seguir Algacir Sermann, a 4s169, e, Toninho Espolador, a quatro voltas.

                A segunda prova das categorias Marcas “A”, “B” e Sênior aconteceu às 13h30, também muito disputada, com os 19 carros dando show de pilotagem na pista hora molhada, hora seca. Davi Dal Pizzol largou na frente e manteve a ponta do prova seguido de Jorge Martelli, Valmor Emílio, James Ramos, Richard Heidrich e Eduardo Pavelski. Com o tempo modando, a corrida teve três líderes. No início Davi Dal Pizzol, depois Jorge Martelli e no final Beto Cazuni. Andrei Carta largou de último, chegou a estar em quinto, mas abandonou na sétima volta. Após 17 voltas, vitória de Beto Cazuni na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 34min27s167, seguido de Jorge Martelli, a 1s570, Valmor Emílio, a 26s694, Davi Dal Pizzol, a 43s515, Eduardo Pavelski, a 1min29s159, e, André Pardo, a duas voltas. Na Marcas “B” venceu Richard Heidrich com tempo total de 34min43s739, com Valter de Souza Jr em segundo, a 15s693, Lúcio Seidel em terceiro, a 27s009, Evandro Mardonado em quarto, a 34s204, e, Jones Salvaro em quinto, a quatro voltas. E na Marcas Sênior, vitória de Celso Mancia, com tempo de 35min01s059, vindo a seguir Jair Bana, a uma volta, e, Algacir Sermann, a uma volta. A volta mais rápida das provas realizadas foi de Valmor Emílio Weiss, na 6.ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min41s083, à média de 131,595 km/h.

- Turismo 1.6 -

                As categorias Turismo 1.6 “A” e “B” reuniram 17 carros, que foram para a primeira corrida às 11h35, muito disputada e a chuva proporcionou momentos de muita emoção, com a liderança passando por três carros diferentes. Andrei Carta largou na frente e manteve a liderança seguido por Edson Bueno, Marcelo Cordeiro, Wilians Peres, Rafael Lupatini e Roberto Baú. Boa corrida, com bons “pegas”, até a sétima volta, quando entrou o safety car para a retirada de um carro que ficou parado na “Junção”. Na relargada, Roberto Nonato manteve a liderança, seguido de Edson Bueno e Andrei Carta. Vários pilotos estavam rodando na entrada da “Junção” e no “Pinheirinho”. Ao fim de 16 voltas, vitória de João Arruda na Geral e na Turismo 1.6 “A”, com tempo total de 34min18s827, seguido de Andrei Carta, a 7s466, Rafael Lupatini, a 18s987, Aloysio Ludwig, a 29s619, Roberto Baú, a 49s525, e em sexto lugar, Marcelo Cordeiro, a 1min29s771. Na Turismo 1.6 “B”, vitória de Roberto Nonato, com tempo de 34min18s971, com Edson Bueno em segundo, a 1s486, Wilians Peres em terceiro, a 19s326, Daniel Ibraini em quarto, a 24s446, Niju Júnior em quinto, a 26s110, e, André Conti em sexto, a 31s890.

                Com pista seca, as categorias Turismo 1.6 “A” e “B” foram para a segunda corrida às 15h15 e mais uma vez teve quatro líderes nos mais de 30 minutos de prova. O pole position Rodrigo Mellegari rodou no fim da reta, caindo para as últimas posições. Na primeira volta, a liderança era de Roberto Nonato, seguido de Ruslan Carta Filho, Edson Bueno, Alexandre Frakemberger, Aloysio Ludwig e Wilians Peres. Na terceira e quarta voltas Ruslan Carta Filho era o líder, e, a partir da quinta volta Edson Bueno assumiu a liderança para não mais perdê-la, seguido por Ruslan Carta Filho e Wilians Peres. Após 19 voltas, vitória de Edson Bueno na Geral e na Turismo 1.6 “B”, com tempo total de 33min50s754, seguido de Wilians Peres, a 6s360, Roberto Nonato, a 6s700, José Pederneiras, a 19s177, Niju Júnior, a 19s439, e, Rodrigo Campos, a 29s001. Na Turismo 1.6 “A”, vitória de Ruslan Carta Filho, com tempo de 33min54s507, tendo Alexandre Frankemberger em segundo, a 3s734, Rodrigo Kostin em terceiro, a 1min01s427, Carlos Vaz em quarto, a 1min06s823, e, Rodrigo Mallegari em quinto, a 1min33s799. Roberto Nonato marcou a volta mais rápida das provas disputadas, na 15.ª passagem da segunda corrida, com tempo de 1min43s779, à média de 128,176 km/h.   

- Turismo 5000 -

                Realizada no sábado (21/3), a primeira prova da categoria Turismo 5000 foi a primeira a entrar na pista debaixo de muita chuva, com 9 participantes, que realizaram uma prova muito disputada. Na largada, Maurício Reuter manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Marco Antonio Garcia, Richard Heidrich, Armin Kliewer, Márcio Reuter e Odair Costa Jr. A corrida foi interrompida com bandeira vermelha na quarta volta por causa de acidente entre Anderson Andrade e Oswaldo Sheer, e, por causa da chuva. Na relargada, Maurício Reuter manteve a liderança, seguido por Marco Antonio Garcia e Odair Costa Jr. Depois de 10 voltas, vitória de Maurício Reuter, com tempo total de 20min43s604, seguido de Marco Antonio Garcia, a 3s915, Odair Casta Jr, a 9s757, Márcio Reuter, a 15s191, Armin Kliewer, a 58s722, e em sexto lugar, Rubens Kliewer, a 1min08s963.

                Mais uma vez com pista molhada, a segunda prova da Turismo 5000 teve seu grid invertido, como é regulamentar e Anderson Andrade largou na pole position, seguido de Richard Heidrich, Rubens Kliewer, Armin Kliewer, Márcio Reuter e Odair Costa Jr. Com os carros mais rápidos vindo de trás, a prova ganhou em emoção com a pista muito escorregadia. Na frente, o pega foi entre Armin Kliewer e Odair Costa Jr, que se alternavam na liderança. Bom desempenho de Marco Antonio Garcia e Márcio Reuter, que largaram das últimas posições e fizeram várias ultrapassagens até chegar à terceira e quarta posições respectivamente. Após 13 voltas, vitória de Armin Kliewer, com tempo total de 24min41s567, tendo Odair Costa Jr em segundo, a 1s033, Marco Antonio Garcia em terceiro, a 19s461, Márcio Reuter em quarto, a 34s653, Anderson Andrade em quinto, a 48s461, e, Richard Heidrich em sexto, a 54s152. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Armin Kliewer, na 6.ª passagem segunda corrida, com o tempo de 1min47s653, à média de 123,564 km/h.

- Fórmula Premium -

A primeira corrida da Fórmula Premium aconteceu as 10h50, com 11 participantes sendo um Fórmula-3, sete Fórmula Renault, dois Fórmula Premium Light e um Fórmula Premium, também com pista molhada. Leonardo de Souza largou na frente e foi abrindo vantagem com seu Fórmula-3, seguido de Renan Pietrowski, Alex Moraes, Edson da Silva, Ike Zornig e Roberto Dal Pont. Depois de 13 voltas, vitória de Leonardo de Souza, com tempo total de 23min26s383, seguido de Ike Zorning, a 1min23s200, Renan Pietrowski, a 1min24s408, Roberto Dal Ponte, a uma volta, Alex Moraes, a uma volta, e, Edson da Silva, a duas voltas.

Na segunda corrida, com pista seca e sem o Fórmula-3, a grande expectativa dos participantes era para ver quem venceria. Mais experiente, Ike Zorning largou na frente e perdeu a liderança apenas na primeira volta, mas se recuperou e venceu com certa facilidade. Após 16 voltas, a vitória na Geral foi de Ike Zorning, com tempo de 23min37s279, tendo Luiz Abbade em segundo, a 11s770, Felipe Simonini em terceiro, a 12s283, Edson da Silva em quarto, a 27s171, Renan Pietrowski em quinto, a duas voltas, e, Alex Moraes em sexto, a duas voltas. A volta mais rápida da prova foi de Ike Zorning, na 13.ª passagem da segunda corrida, com tempo de 1min26s967, à média de 154,090 km/h.

A segunda etapa do Metropolitano de Curitiba de Marcas e Pilotos 2015 está marcada para os dias 18 e 19 de abril, no AIC.

Texto: Bispo Neto / MRT – Assessoria e Comunicação
Foto: Alex Zuotoski / Zpeed

Avatar

Alex Zuotoski

Fundador do site Espaço Automotivo, BluWeb e mais recentemente do Portal Zpeed. Trabalho também com Serviços de Informática. Formatação, suporte, manutenção em softwares, antivírus, atualização de equipamentos (incluindo servidores), desenvolvimento de websites.
redes facebookredes facebook
redes facebookredes facebook
redes facebookredes facebook
redes google+redes google+
Adicionar Comentário
  • Nenhum comentário encontrado

Isso também pode te interessar

Asfalto
  • Sexta, 17 de Abril de 2015 - 14:49
  • Por Bispo Neto / MRT – Marketing Racing Team

Metropolitano de Marcas: Irmãos Carta correm segunda etapa no AIC

                Os irmãos curitibanos Ruslan Carta Filho e Andrei Carta (Audio Art/ Flexitron/Hipervisão) participam no fim de semana (18 e 19/4), da segunda etapa do Metropolitano de Curitiba de Marcas e Pilotos...

Entrar ou Registrar-se